terça-feira, 28 de julho de 2015

A VIAGEM DA FAMILIA SIGGIA


A família de Giuseppe Siggia embarcou no porto de Nápoles, no navio San Gottardo, em 16.09.1897, com mais 904 italianos (total 912 imigrantes). Chegou ao porto de Santos em 08.10.1897, 22 dias depois. Giuseppe mais a mulher Calógera, mais 5 filhos entre 3 e 20 anos, entre eles Agnesa, e mais uma sobrinha de 23 anos. 

A sobrinha Rozario Siggia pode ser esta aqui, nascida em Siculiana dia 7 de novembro de 1873, filha de Maria Latera e Serafino Siggia.

Desembarque da família no porto de Santos (parte):



Veja a lista completa aqui, os Siggia estão na pg 18. Nesse mesmo navio vieram 5 famílias de Siculiana, entre elas Gagliano, Graceffo, Tacci, ... cerca de 30 pessoas.


sem data, o navio San Gottardo chegando em Santos

1939 - Lasar Segall - Navio de imigrantes - aqui
" ... a partir de 1885 o número de italianos procurando passagem para o Rio de Janeiro ou Santos começou a se tornar importante, o que levou muito naturalmente as poucas armadoras italianas a fazerem escalar mais freqüentemente seus navios nesses dois portos. 
Em 1888, a La Veloce estabeleceu uma linha específica para o Brasil, servida por quatro vapores de pequenas dimensões: o Carlo R, o Fortuna R, o Regina e o San Gottardo." Daqui

Mais sobre o vapor San Gottardo, leia aqui e aqui.

Quer saber como eram as viagens transatlânticas desses imigrantes para o Brasil ? Clique aqui, livro de Angelo Trento, "Do outro lado do Atlântico",  procure pg. 44 e seguintes.

Desembarcaram. Olha o Giuseppe lá .... no meio da multidão, olhando pra esposa Calógera, contando as crianças, assustado com o calor abafado e úmido ....

De  Santos, numa maria-fumaça da The São Paulo Railway Company, a família subiu a serra. Já em São Paulo, se instalou, num primeiro momento, na Hospedaria dos Imigrantes, na Estação Braz. O check-in na hospedaria está aqui, o original aqui (em vez de Gioberto, leia-se Giacinto !!).



A Hospedaria dos Imigrantes foi construída pela Sociedade Promotora de Imigração, essa mesma sociedade foi responsável pela construção de um ramal ferroviário, a estação Braz que era exatamente ao lado da própria Hospedaria. 

Ela recebia os recém chegados, era misto de pouso e agencia de empregos. Os imigrantes eram assediados por todos os lados pelos representantes dos grandes fazendeiros de café do interior paulista, que buscavam a mão de obra mais barata possível para seus patrões. 

Para saber mais sobre a Hospedaria dos Imigrantes de São Paulo, clique aqui e aqui.

Outras fotos da hospedaria, aqui.

O site do Museu da Imigração, que está localizado no prédio da Hospedaria, é este aqui.  Se você ainda não conhece o Museu, sugiro um passeio ... vale a pena !!!


Hospedaria dos Imigrantes, SP, 1905, Wikipedia

Um comentário: